#Desafio1LivroPorMês: Portal do Destino

#Desafio1LivroPorMês: Portal do Destino

#Desafio1LivroPorMês: Portal do Destino

Este é “Portal do Destino” de Agatha Christie, livro 7/12 do desafio #1LivroPorMês.

A primeira lembrança que tenho de livros de suspense e de realmente gostar de uma leitura obrigatória do colégio, é de quando li “E Não Sobrou Nenhum” da Sra. Christie.

Desde então, virei fã do gênero e da autora e é por isso que fiquei meio chocada ao me deparar com a monotonia de “Portal do Destino”, um dos livros mais chatos que li no último ano.

Só não abandonei 1- por respeito à rainha do romance policial e 2- porque a esperança é a última que morre. Nesse caso, ela morreu de tédio profundo.

Sinopse:

A história é sobre Tommy e Tuppence Beresford, um casal de detetives aposentados que está de mudança para uma antiga casa no litoral.

O novo lar veio com uma biblioteca e ao inspecionar os velhos livros, Tuppence se depara com um misterioso bilhete que diz:

“Mary Jordan não morreu de morte natural. Foi um de nós.”

Tommy e Tuppence não resistem à curiosidade e assim iniciam uma investigação sobre a casa, seus antigos moradores e a vizinhança.

#Desafio1LivroPorMês: Portal do Destino

Esse foi o último livro escrito por Agatha Christie e seu estilo é bem diferente do que eu esperava/estava acostumada.

O ritmo é arrastado, a investigação é morna e os diálogos são repetitivos e muitas vezes maçantes.

Resumindo:

Me sinto UÓ escrevendo isso, mas o livro é chato demóóóis!

Tão chato que, em plena quarentena, levei semanas pra concluir a leitura.⠀

Deu ruim!