Stephen e Robbie Amell

Stephen e Robbie Amell
Stephen e Robbie Amell
Fotos: Shutterstock.com

Hoje temos primos por aqui, graças à dica de uma leitora.

Valeu pela sugestão MARA, Katia!

Acho que toda ajuda é bem-vinda nessa segunda-feira da triste notícia do incêndio no Museu Nacional :(

Como uma coisa dessas aconteceu? Que perda enorme!

instagram.com/marina2beauty

Tudo bom, pessoal? Como vocês passaram o final de semana?

O meu teve pizza quase todos os dias.

Sério!

Na sexta, encontrei as amigas pra terminar de assistir Objetos Cortantes, aí acabamos tomando todo o vinho do mundo junto com a pizza e na hora de terminar a mini série, metade do público pegou no sono (eu inclusa) – hehehe!

Mas não tem problema, porque posso retomar o último episódio num momento mais sóbrio.



E falando de séries e filmes, assisti um filme ÓTIMO na Netflix.

Chama A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata e ok, o título é super estranho, mas o filme é tão bonito!

Me apeguei tanto que até coloquei o trailer aqui em cima pra vocês verem.

Fora o jantar dorminhoco de sexta, encontrei meus pais, meu irmão e minha afilhada no final de semana.

O cardápio? Pizza e Casal Mendes Rosé ou seja: só os favoritos.

instagram.com/marina2beauty

Como choveu bastante nos últimos dias e sai pouco de casa, comecei dois livros: um pro Clube do Livro de setembro e outro por indicação de amiga.

O primeiro é A Mulher na Janela e o segundo, O Voo da Libélula.

A Mulher na Janela é sobre uma mulher que mora sozinha. Ela passa os dias bebendo muito vinho, assistindo a filmes antigos e conversando com estranhos na internet.

Quando novos vizinhos se mudam para a casa do outro lado do parque, ela fica obcecada pela família que parece ser perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê algo que a deixa aterrorizada.

O Voo da Libélula é sobre um acidente de avião com uma única sobrevivente: uma bebê de apenas 3 meses. Havia duas meninas no voo e as famílias lutam pelo reconhecimento da paternidade numa época em que não existiam exames de DNA.

Após o veredito do tribunal, ainda pairam muitas dúvidas sobre o caso, e uma das famílias resolve contratar um detetive particular para descobrir a verdade.

Dezoito anos depois, o detetive envia o diário das investigações para a sobrevivente e decide tirar a própria vida. No momento em que vai puxar o gatilho, ele descobre um segredo que muda tudo. Porém, antes que possa revelar a solução do caso, ele é assassinado.

Estou curtindo ambos!

Boa segunda e boa semana, pessoal :)