Não é make, mas é demais: Bandas Gaúchas

Não é make, mas é demais: Bandas Gaúchas

bandas

Depois de comentar da gloriosa Graforréia Xilarmônica no post de segunda-feira, encontrei leitoras que compartilham do meu gosto musical ou que acabaram se encantando com a obra prima que é Amigo Punk.

O Rio Grande do Sul tem muitas bandas legais, mas nem todas fizeram sucesso no resto do país como Engenheiros, Fresno ou Cidadão Quem, então eu pensei em compartilhar algumas das minhas preferidas.

Acústicos e Valvulados

Se eu ganhasse R$1 toda vez que fui a um show da Acústicos e Valvulados na minha adolescência, eu teria uns… R$5. Ok, não é uma fortuna, mas a banda é uma das mais marcantes da época dos meus 15/16 anos. Adorava! Remédio é uma das minhas músicas preferidas. Além dela, também recomendo Fim da Tarde Com Você, Milésima Canção de Amor e Até a Hora de Parar.

Tequila Baby

Versão gaudéria dos Ramones. Além de Velhas Fotos (hino dos rejeitados), Sexo, Algemas e Cinta-Liga causa comoções na ala masculina em festas e afins.

Wander Wildner

Não é banda, mas tá valendo, porque o cara cantou sobre se entorpecer bebendo vinho. Ira tentou, mas na voz do Wander é mais legal. Fora isso, ele compôs a clássica Empregada e tem uma versão MA-RA de Lugar do Caralho.

Ultramen

Não sou super fã da Ultramen, mas surto total com a música Peleia. Quer saber se alguém é gaúcho? Toca essa música e observa. Todo e qualquer gaúcho tem um pequeno ataque de orgulho com Peleia. É o maior número de palavras típicas do Sul numa música que não é tradicionalista. Porca Véia cobiça!

Cachorro Grande

Tinha ódio mortal desses moços nos tempos da faculdade, porque achava que eles forçavam muito a barra, especialmente no visual Beatles sem banho. Lunático era tipo meu prazer proibido. Escutava escondido e se alguém perguntasse “É Cachorro Grande?”, eu respondia “NÃOOOO! NEM MORTA EU ESCUTO ISSO”.

TNT

A música acima é apenas o hino da minha vida:

Não sei se eu tô certo ou se eu tô errado
Mas faço tudo o que eu digo e digo tudo que eu faço
Neste mundo eu sou eu você é você
Faça tudo o que quiser porque eu também vou fazer

Sem mais.

Bidê ou Balde

Bidê ou Balde foi mega hit nos meus tempos da faculdade e acho que até fez bastante sucesso com músicas como Melissa em outros estados, mas a minha preferida é e sempre será Mesmo Que Mude. É um rock gostosinho de escutar, daqueles capaz de melhorar até o humor.

Os Cascavelletes

99% de Porto Alegre sabe cantar pelo menos uma música deles. Sob o Céu de Blues é o clássico da depressão, mas para momentos mais animados e descontraídos, nada como Moto/Ela Só Tem 13 Anos.

. . . . . . . . . .

Adicionei mais algumas bandas a pedidos (e porque estou velha e não creio que esqueci delas)…

Comunidade Nin-Jitsu

Um clássico, porque… MEU PAI É DETETIVE, MAS O TEU É DESPACHANTE.

Papas da Língua

Essa banda tem cara de verão no litoral gaúcho. Todo mundo comendo churros na praça do centrinho de Atlântida e escutando Lua Nova ou Blusinha Branca. Outras muito boas são Eu Sei (pra lembrar do casinho da praia) e Ela Vai Passar (pra dançar feito louca no The Front ou no Ibiza).

Nenhum de Nós

#CHATIADA pra sempre com a versão tosca que fizeram de um dos clássicos do Bowie, mas a banda tem ótimas músicas próprias como Camila e Você Vai Lembrar de Mim.

Como fazer a maquiagem durar no calor? Por que proteger o cabelo do sol? Dicas para quem tem melasma Uma minissérie com elenco estrelado O reality mais legal da Netflix Por que o protetor solar esfarela?