Resenha: Smoked Palette Urban Decay

Resenha: Smoked Palette Urban Decay

smoked1

StarStarStarStarStar

4,3 estrelinhas (mas no coração é 5)

Estava ansiosa pra resenhar essa palette! Tentei fazer em vídeo, mas descobri que preciso de um cartão de memória mais potente pra câmera, já que o espaço de armazenamento foi ocupado nos primeiros 10 minutos do meu bah blah blah.

Imaginem meu ódio ao terminar toda a resenha via vídeo pra descobrir que só metade foi gravada :)

Amei, só que ao contrário.

Mas vamos lá!

Descrição oficial da Smoked Palette:

Conjunto com 10 sombras, além de um tamanho grande do Lápis de Olhos 24/7 Glide-On e um Primer Potion em tamanho viagem, para a criação de uma gama looks esfumados.

Uma interpretação da Urban Decay para o popular esfumado, esta paleta de sombras inclui os tradicionais preto e cinza, assim como tons coloridos modernos. A gama de cores permite uma profundidade infinita para o seu olhar tanto para um look de noite glamuroso ou para um look sexy e básico para o dia.

Este arsenal de sombras vem com um livreto com vários passo-a-passo simples e fáceis para as novatas e inspira até mesmo os profissionais a tentar algo novo.

As sombras vêm nas cores: Kinky, Freestyle, Mushroom, Backdoor, Blackout, Barlust, Rockstar, Evidence, Loaded, Asphalt. O Lápis vem na cor Perversion e o Primer no tom Original.

No Brasil, custa R$235 nas lojas e site da Sephora. Nos EUA, custa $49 dólares.

A minha veio diretamente de Miami e eu serei eternamente grata à minha prima Mari pela graça alcançada :)

E já vou adiantando, meu único problema com essa palette é o preço no Brasil.

Se você dividir as R$235 Dilmas pelas 10 sombras + mini primer + lápis grande, dá R$19.58 por item, o que é um valor mais razoável e que alivia de leve a dor no coração.

De resto, tô adorando com paixão.

smoked2

smoked3

Smoked Palette

No geral, achei que a Smoked tem boa seleção de escurinhos e de neutros (cinco cores “dia” e cinco cores “noite”) e um balanço legal entre sombras de acabamento opaco e cintilante.

Bora conferir uma a uma, começando pelas mais neutras (1a linha):

  • Kinky é um bege neutro de acabamento matte e é uma cor exclusiva do estojo ou seja, você não encontra em outras palettes da Urban Decay. Mesmo sendo opaca, a sombra tem textura boa, espalha legal e não chega a ser “seca”. E ok, bege é uma cor comum, mas a pigmentação é digna pra um tom tão clarinho.
  • Freestyle é um bege meio pêssego/cor de pele de acabamento matte e também é um tom exclusivo do estojo. Assim como Kinky, a textura é boa para uma sombra opaca e a pigmentação é bacana.
  • Mushroom é um prata meio marrom muito incrível e é uma das cores que eu mais gosto da palette. O acabamento é cintilante e a textura da sombra é muito macia. Adere demóóóóóóis à pele e a pigmentação é das melhores. Acho RYCAH! Imagine amor, só que ao cubo :)
  • Back Door é um marrom escuro que puxa pro cinza. O acabamento é matte e essa cor é exclusiva da Smoked Palette. No pele, o lado cinza fica muito mais aparente do que no estojo. A pigmentação é muito boa e a textura é surpreendentemente macia para uma sombra opaca.
  • Blackout é uma sombra preta opaca bem pigmentada. Ainda não fiz a comparação com as outras sombras aqui de casa, mas tá com cara de boa concorrente para a sombra mais preta entre todas as minhas sombras pretas. A textura é um pouco mais seca ao toque do que das outras cores opacas, mas não chega a atrapalhar.

smoked4

Kinky, Freestyle, Mushroom, Back Door e Blackout

smoked5

Barlust, Rockstar, Evidence, Loades e Asphalt

Agora, vamos dar uma olhada nos tons coloridos (2a linha):

  • Barlust é um marrom avermelhado cintilante lindo, lindo, lindo. Essa sombra é exclusiva da palette e tem ótima pigmentação. Também é uma das minhas preferidas e a textura é super macia. Esfuma lindamente!
  • Rockstar é um berinjela classudo e de tom idêntico ao meu lápis preferido da Urban Decay que tem o mesmo nome. Muy cintilante e, assim como os tons Mushroom e Barlust, está na minha listinah de preferidos do estojo. A textura e a pigmentação são um sonho.
  • Evidence tem fundo escuro e cintilâncias azuis mais abertas. É toda uma coisa Grêmio, mas é o tom que eu menos curti do estojo. Não pela cor e sim pela textura mais seca e aderência não tão incrível quanto a das outras sombras cintiantes. Ainda assim, tá longe de ser uma cor fraca. LONGE. A concorrência nessa palette é foda absurda!
  • Loaded tem fundo preto/asfalto e cintilâncias verde esmeralda. Gostei, mas não amei, porque mesmo a pigmentação sendo boa e a textura delicinha, o brilho verde perde parte da intensidade ao ser esfumado. Pra ele ficar do jeito que está na amostrinha, bem verde, não dá pra esfregar o pincel com vontade.
  • Asphalt é um cinza escuro cintilante bem pigmentado. É outro tom exclusivo da palette e tem boa pigmentação, mas a sensação ao toque não é tão macia quanto com cores como Mushroom, Barlust, etc. Ainda assim, é uma sombra muito boa. Como eu disse antes… A concorrência da Smoked é foda absurda!

Resumindo, dá pra dizer que das 10 cores da palette, três são um sonho que virou realidade (Barlust, Mushroom e Rockstar), quatro são muito boas (Kinky, Freestyle, Back Door e Black Out) e três são boas (Evidence, Loaded e Asphalt).

smoked6

Livreto de looks

smoked7

Lápis 24/7 Perversion

A fixação é bacana até sem primer. Dá pra desfilar musa esfumada por umas boas 5/6 horas antes da carruagem virar abóbora.

Além da sombras, a palette também tem um mini Primer Potion (amor eterno, amor verdadeiro), um livreto com sugestões de looks e um lápis 24/7 cor Perversion.

Não comentarei sobre o primer, porque todo mundo aqui tá careca de saber que ele é o primer que eu mais amo/uso na vida.

O livreto é bem legal! As ilustrações são bonitas e a variedade de makes sugeridos é grande (12 ao todo). Pra quem não entende inglês, talvez não seja tão prático, já que cada look tem uma ilustração e muito texto.

O lápis 24/7 Glide On cor Perversion é um preto super intenso e muito macio. Eu tenho outro preto dessa linha (o 24/7 Zero) e ele não é tão vivo quanto esse.

Já usei algumas vezes e ele não carimbou a pálpebra, mas, ao ser usado na linha d’água, acabou acumulando no cantinho interno depois de algumas (muitas) horas. Típica melequinha preta de quando você usa lápis dentro do olho.

. . . . . . . . . .

Qual é melhor? Naked ou Smoked?

É a pior pergunta, porque, se possível fosse, eu distribuiria kit com as duas a todas as mulheres do nosso Braseeeel! Acho que uma complementa a outra, já que a Naked tem tons mais claros e discretos, enquanto a Smoked é mais chamativa e “sexy”.

No geral, uso mais a Smoked pras baladinhas vida loka, mas também já fiz make com os tons mais claros desse estojo pra usar durante o dia.

A Naked é uma palette ótima pra fazer makes pro trabalho ou para noivas (lembram da minha cunhas?), mas também rende looks mais dramáticos para a noite (basta usar os tons escurinhos do final do estojo).

Acho que fica a critério do freguês, porque não consegui me decidir com qual das duas ficaria se só pudesse ter uma.

Sério!!!

Seria cruel demais ter que escolher apenas uma.

. . . . . . . . . .

PS: Como eu sou uma pessoa fraca, meu objetivo para 2013 é vender minha alma e doar minhas posses para a Urban Decay em troca da Naked 2, da Vice Palette e da Naked Basics.

Morra, Urban Decay.

Detalhes da nota:

Textura/Aplicação: 5/5
Cobertura/Pigmentação: 5/5
Fixação: 4/5
Preço: 2/5
Apresentação: 5/5
Relação Realidade x Descrição Oficial: 5/5
Média: 4,3

Para visualizar a lista completa de critérios e notas, clique aqui.