Não é make, mas é demais: segunda da saudade e 5 músicas para voltar no tempo

Não é make, mas é demais: segunda da saudade e 5 músicas para voltar no tempo

_segunda

Para fazer as pazes em definitivo com Mara Maravilha e relembrar dos bons tempos de Fofão, Vovó Mafalda e Xou da Xuxa, aqui vão cinco músicas MÁGYCAS da melhor década da história.

A gente era brega e usava pochete da Pakalolo, mas a gente era feliz.

Mara Maravilha – Curumim Iê Iê

A minha versão de 5 anos e talifã da Xuxa JAMAIS admitiria e provavelmente tentaria me acertar com o nosso Pense Bem na cabeça, mas é preciso dar crédito onde crédito é merecido.

Xuxa até tentou com “Brincar de Índio“, só que é Mara Maravilha quem canta a música mais divertida sobre índios EVER.

Paquitas – É tão bom

É tão bom? Bom, bom, bom? Sim.

Quem quer pão? EU!

Culpo as Paquitas até hoje pela minha tara por carboidratos e pelo recalque máximo de não poder voltar no tempo, descolorir meus cabelos e usar o combo shortinho curto + botas gigantes em rede nacional.

Trem da Alegria – Piuí Abacaxi

Se alguém souber o significado de “Piuí, piuí, piuí abacaxi, choque choque choque, choque por aí”, porfa!, me explica.

Piuí é o som do trem? Então qual o motivo do abacaxi? E ele dá choque?

Não entendi quando pequena e continuo não entendendo adulta, mas essa música é como crack: LOKA e viciante.

Balão Mágico – Super Fantástico

Sonho de infância: ser BFF da Simony :)

O clipe do Balão Mágico com o Djavan tem algumas cenas estranhas com palhaços em miniatura e com algo que parece uma minhoca dançante (pra não dizer outra coisa), mas a mensagem da música é super bonitinha.


Xuxa – She-Ra

Entre tantas músicas da Xuxa, fui praticamente forçada a escolher She-Ra.

A minha versão ingênua de 5 anos não se deu conta, mas essa música tem um refrão incrível, numa vibe de periguete desesperada, porque a Xuxa está praticamente implorando pra She-Ra fazer os lados dela com o He-Man.

Comentei que ela chama ele de gato alto astral?

Gato. Alto. Astral.

MORTA.

Beijinho, beijinho!

Tchau, tchau!