Amostrinhas: Make B. Blush Baked Milan Bronze

Make B. Blush Baked Milan Bronze

Finalmente, o último post sobre os Blushes Baked Make B. está aqui!

Já enjoaram? he he he

Deixei o Milan Bronze por último, porque é o que eu mais gostei na minha pele. Se você quiser ver as fotos do Milan Lilac, clica aqui. Pra ver o Milan Salmon, clica aqui.

E sim, a cor no potinho é vibrante e dá até medo, mas ficou lindona nas bochechas.

Esfumando com amor, acho que funciona pra muita gente!

Amostrinhas das duas cores do blush separadas e misturadas (com e sem flash)

Pergunta do dia:

Por que batizaram esse blush de Milan Bronze?

Ok, ele até tem cintilâncias bronzeadas/douradas, mas falando de cor mesmo, ele é um rosa avermelhado bem escuro.

Um lado é cintilante com veios em rosa mais claro, bronze e rosa escuro/vermelho e um lado é todo rosa escuro/vermelho (também com brilho, mas muito mais discreto).

Dá pra usar os dois lados do produto misturados ou separados.

No meu caso, curti muito passar o lado vermelho na bochechas e o lado cintilante no topo das maçãs e nas têmporas, como um iluminador.

Close-up do blush concentrado e esfumado

A cor na pele é muito similar ao vermelho “natural” da minha cutis quando estou ou com vergonha ou botando os bofes pra fora na academia.

Achei ótimo!

Assim como os outros dois exemplares da mesma linha de blushes assados do Boti, a pigmentação do Milan Bronze é SUPIMPA, o brilho é bonito (você pode deixar mais sutil ao esfumar) e a fixação é SUPER.

Quem quiser ver como ele fica em peles mais claras, é só passar no blog da Claudinha pra ver as fotos.

Carão de frente (com e sem flash) com o blush bem esfumado

Logo mais, post comparativo com todas as cores que eu tenho de Blush Baked Make B.!

– – – –

PS: Nas fotos, também estou usando o delineador em gel Tokyo Blue do Boticário. Achei que o tom de azul mudou bastante da embalagem pra pele. Falta fazer resenha, mas já adianto que a fixação é ok e que a textura é seca.

.