#Desafio1LivroPorMês: Mulherzinhas

#Desafio1LivroPorMês: Mulherzinhas

#Desafio1LivroPorMês: Mulherzinhas

FRIENDS ME ENGANOU!

Pôxa, Rachel Green…

Antes tivesse lido O Iluminado, porque Mulherzinhas foi chato demaaaais.

Menos mal que nessa época eu estava fazendo job com a Storytel e acompanhar uma história entediante via áudio acabou sendo mais fácil.

Foram muitas horas montando quebra-cabeça enquanto ouvia as irmãs March reclamando de como é difícil ser *pobre*.

SPOILER: Se você tem casa, comida e até uma funcionária que limpa e cozinha, você não é pobre!

O clássico de Louisa May Alcott foi minha leitura 17/12 do #Desafio1LivroPorMês e título do Clube do Livro do Marinão de setembro.

#Desafio1LivroPorMês: Mulherzinhas

O rolê é o seguinte:

Mulherzinhas é um livro baseado na vida da própria autora e conta a história de quatro irmãs crescendo entre 1861 e 1869.

Tudo começa na época do Natal, quando as meninas estão tristes, pois o pai se alistou ao exército do Norte durante a Guerra Civil Americana e elas não ganharão presentes, já que a grana tá curta.

As quatro irmãs, que são tão diferentes entre si, precisam se unir para aprenderem juntas a lidar com essa barra que é crescer (e não ter um vestido novo para cada baile).

Enquanto os anos passam, elas ingressam na vida adulta e tentam alcançar seus sonhos e ambições.

  • De positivo, o livro tem protagonismo feminino e alguns momentos muito sensíveis e tocantes, especialmente no que dia respeito à irmã mais frágil, Beth.
  • De negativo, a história é sobre o cotidiano da época e esse cotidiano não é assim… super empolgante.

O final me deixou meio pistola, porque Jo, a irmã March de espírito livre e #GirlPower, cria uma escola só para MENINOS.

Tudo bem que Mulherzinhas foi escrito em 1800 e guaraná de rolha, mas fala sério!!!

PS: Quer mais detalhes? Tem IGTV da live do Clube do Livro aqui.