#Desafio1LivroPorMês: O Jardim de Ossos

#Desafio1LivroPorMês: O Jardim de Ossos

#Desafio1LivroPorMês: O Jardim de Ossos

Pra quem gosta de thrillers médicos, Tess Gerritsen é sempre uma boa pedida!

E pra quem não gosta de finais super tristes e trágicos, também vale a pena, porque o desenrolar da história pode ser arrepiante, mas dona Tess sempre garante um desfecho positivo.

Ele é formada em medicina e autora de “O Cirurgião”, livro que deu origem à série Rizzoli & Isles, protagonizada por uma detetive e uma médica legista que combinam suas habilidades para resolver assassinatos.

Mas vamos ao que interessa…

“O Jardim de Ossos” foi minha leitura 13/12 do #Desafio1LivroPorMês ou seja, atingi a meta e me desafiei a ler ainda mais até o final do ano :)

O livro conta com uma rápida aparição da Dra. Isles e acontece em duas linhas do tempo:

Nos dias de hoje, Julia Hamill encontra um crânio no quintal de sua nova casa e de acordo com a médica legista Maura Isles, os restos mortais são de uma mulher vítima de assassinato.

Pula pra Boston em 1830, onde conhecemos Norris Marshall, um humilde estudante de medicina que se envolve com um saqueador de túmulos para sustentar seus estudos.

A situação fica tensa pro lado de Norris quando ele se torna o principal suspeito de uma série de assassinatos horríveis envolvendo o hospital e seus funcionários.

Com a ajuda do colega Holmes – personagem inspirado por Oliver Wendell Holmes, médico e autor de prestígio nos EUA – ele tenta rastrear o verdadeiro culpado para provar sua inocência e solucionar esse mistério que atravessa séculos e chega ao quintal de Julia Hamill.

#Desafio1LivroPorMês: O Jardim de Ossos

Minhas impressões:

O livro tem um passo lento, mas compensa com bons personagens e a descrição de procedimentos médicos da época que me deixaram de cabelo em pé.

O fato dos médicos não usarem luvas nem lavarem as mão me causou mais mal estar do que os assassinatos.

Imagina chegar no hospital pra dar a luz e quem te atende é um médico com a mão suja de alguma cirurgia ou autópsia.

Pensa em todas as bactérias dos outros pacientes e imagina ele usando essa mão pra te examinar e realizar o parto…

CARAMBA!

Pra gente parece algo óbvio, mas os médicos de antigamente não tinham ideia de como tantas mulheres recém paridas acabavam com infecções horrorosas e, muitas vezes, mortais.

Aliás, o amigo e aliado de Norris no livro e figura real da história americana, Dr. Oliver Wendell Holmes, foi um dos que insistiram na *polêmica* ideia de que os médicos eram responsáveis por espalhar a febre puerperal entre as pacientes.

Fique chocada!