#CoronaFlix: 5 filmes que assisti na Netflix recentemente

#CoronaFlix: 5 filmes que assisti na Netflix recentemente

5 filmes que assisti na Netflix recentemente

Tá precisando de indicações?

Assisti bastante coisa nos últimos tempos e fiz resenha de tudo!

A lista tem comédias românticas, drama biográfico, filme de ação e um dramalhão que recomendo se você não se importa de chorar.

Dá uma olhada abaixo e escolha o que assistir hoje à noite :)

Sergio

Sergio

Estava com altas expectativas e queria ter amado, só que não rolou.

Sergio não é um filme ruim, mas me fez pegar no sono, o que é muito louco, pois a história real de Sérgio Vieira de Mello, diplomata brasileiro e comissário das Nações Unidas, é tudo, menos monótona.

Não fosse por sua morte precoce em um atentado em Bagdá, Sergio poderia ter se tornado Secretário-Geral da ONU.

Ele trabalhou com refugiados, serviu em diversas missões humanitárias e foi o primeiro brasileiro a atingir o alto escalão das Nações Unidas.

A vida do cara realmente rende um filme ou, melhor ainda, uma minissérie!

Aliás, acho que a restrição de tempo é um problema no caso do filme. Talvez por isso a história parta do princípio de que todo mundo já conhece Sérgio e sua trajetória na diplomacia.

Como espectadora, gostaria de ter visto seus estudos, o início de carreira, os bastidores da ONU e coisas assim.

Além disso, o foco do filme está mais no romance dele com a economista argentina Carolina Larriera do que nos conflitos políticos e humanitários em que Sérgio atuou.

A tensão no Timor-Leste e no Iraque são pano de fundo para o relacionamento do casal e ok… nada contra!

No geral, sou uma pessoa que prefere romance a ataques terroristas e conflitos armados, mas no caso de Sergio, é um pecado o filme não ter dado a ênfase necessária a esses acontecimentos.

Resumindo: peguei no sono e achei raso, mas não perdi o interesse pela pessoa e quero muito assistir ao documentário “Sergio” que também está disponível na Netflix e foi feito pelo mesmo diretor do filme.


Gente Que Vai e Volta

Gente Que Vai e Volta

Às vezes, tudo que a gente precisa é a certeza de um final feliz, não é?

No caso dessa comédia romântica espanhola, a história é cheia de clichês e o final não poderia ser mais óbvio, mas foi uma experiência gostosa!

O filme é sobre Bea, uma arquiteta um tanto azarada.

Sabe quando a gente faz lista de famosos que o namorado ou a namorada teria *passe livre* se encontrasse?

Então! Num certo dia, Bea e o namorado estão num bar e encontram a jornalista que é top 2 na lista dele.

Ela apresenta o namorado e, para o seu azar, a jornalista bonitona dá mole pra ele.

Com o coração partido, a arquiteta retorna à casa da mãe para colar os caquinhos e nós somos apresentados à família dela, um grupo muito variado e super interessante.

Como vocês já podem imaginar, a protagonista encontra apoio não só na família, mas em um novo crush.

E tudo bem!

Histórias assim não são novidade, né? Nesse caso, um novo amor é exatamente o que a gente espera e quer que aconteça para Bea.


Resgate

Resgate

Em Resgate, o lindo Chris Hemsworth interpreta Tyler Rake, um mercenário fã de galinhas, whiskey e remédios controlados.

A missão que lhe é oferecida é resgatar Ovi, o filho do chefão de um cartel na Índia que foi sequestrado por um rival de Bangladesh.

O submundo sinistro dos traficantes de armas e drogas torna a missão quase impossível, mas Tyler topa sem pestanejar, porque precisa de dinheiro para comprar mais remédios, whiskey e galinhas (código para “eu me culpo por um acontecimento do passado e não me importo de colocar minha vida em perigo”).

As sequências de ação são impressionantes e as cenas de luta são super bem feitas. Muito realistas mesmo!

Mas se você não é fã de filmes de ação (meu caso), o roteiro não é dos mais interessantes, pois consiste em 80% de tiro, porrada e bomba e 20% de diálogo.

Aliás, senti falta de mais momentos intimistas e interações sem explosão e correria para realmente acreditar no vínculo que se forma entre Tyler e Ovi ao longo da história.


Você Nem Imagina

Você Nem Imagina

“Você Nem Imagina” é uma comédia romântica teen diferente do que estamos acostumados a assistir e, ao mesmo tempo, contém vários elementos clássicos do gênero.

O filme é sobre Ellie, uma menina tímida e muito inteligente que vende redações para os colegas de escola para ajudar no orçamento de casa.

Apesar do seu potencial e do incentivo de uma professora, Ellie não pretende estudar numa universidade melhor, porque teme deixar o pai sozinho na pequena cidade onde mora.

Aliás, um diferencial do filme é a escolha por cores mais frias e escuras e cenários sem muita graça ao invés de tonalidades quentes e vibrantes típicas de filmes adolescentes.

Mas voltando à Ellie…

Ela está resignada a uma vida sem grandes emoções e amigos, porém tudo muda quando conhece Paul, um dos garotos do time de futebol.

Ele é apaixonado por Aster, a menina que namora o cara mais popular do colégio, e contrata Ellie para escrever cartas de amor na tentativa de conquistar o coração da garota.

Clichezão, não é? Só que Ellie acaba se apaixonando pela mesma menina.

A partir daí, os três se questionam sobre o que é amar de verdade e têm aprendizados que expandem seus horizontes.

Gostei!

“Você Nem Imagina” traz temas relacionados aquele período de tempo em que a gente começa a se descobrir e a se posicionar no mundo.

Vale dizer que o roteiro não chega a explorar profundamente boa parte deles, mas com certeza vai além do que é esperado de um filme para adolescentes.⠀


Milagre Na Cela 7

Milagre Na Cela 7

“Milagre na Cela 7” é um drama turco que ganhou fama de fazer todo mundo chorar MUITO. Tipo, de soluçar.

O filme é sobre Memo, um homem com deficiência intelectual que é separado de sua filha, Ova, e de sua avó, Fatma, por ser acusado de um crime que não cometeu: o assassinato da filha de um comandante.

Ele é condenado à morte e ao chegar na cela de número 7, não é bem recebido.

Seus companheiros de cárcere ficam furiosos quando descobrem que têm de dividir o espaço com um suposto assassino de crianças.

Tudo parece perdido, mas aos poucos a bondade de Memo conquista cada um deles.

Gostei, mas assim… tá longe, muito, muito longe de ser o novo “A Espera de Um Milagre”.

O filme me comoveu, chorei bastante e agora tô até um pouco mais leve.

A transformação que ocorre nos personagens da cela 7 é de deixar o coração quentinho, especialmente num momento como o de agora.

Vale dizer que, não sei se é problema do roteiro ou da tradução feita para as legendas, mas alguns diálogos são meio truncados.

Mais de uma vez tive que voltar e rever certas cenas para tentar entender o que estava sendo dito.

Fora isso, pontos importantes da história envolvendo os personagens coadjuvantes são apresentados de forma rasa, o que não é exatamente ruim, mas fiquei confusa sobre alguns acontecimentos.

Seria legal se o filme tivesse dedicado um tempo a mais para explorar a fundo quem são os colegas de cela do Memo.