Swatches/Amostreeenhas: Viva Glam Cyndi e Rouge Coco Mademoiselle

Viva Glam Cyndi e Rouge Coco Mademoiselle (#05)

A minha encomenda de batons da Sacks chegou ontem e eu finalmente tenho um batom Chanel para chamar de meu.

Custou uma pequena fortuna e fez o meu cartão de crédito chorar, mas é meu. Sonho realizado em cinco suaves prestações. Beleza!

Tenho que admitir que por R$120 reais eu esperava um pouco mais. Por esse preço, tinha esperança que o batom pulasse da caixa, me desse um beijo e um abraço e perguntasse como vai o meu dia.

Não aconteceu.

Mas antes de entrar em detalhes sobre o Rouge Coco Mademoiselle, vamos dar uma olhadinha no Viva Glam Cyndi…

Viva Glam Cyndi

O Viva Glam Cyndi é um coral queimado com acabamento do tipo “lustre” e mesmo com este acabamento leve e molhadinho da MAC, achei a cobertura bacana e mais potente que a de alguns batons do mesmo tipo.

A cor é linda de viver e acho que deve funcionar pra muita gente.

Alguma meninas já comentaram aqui que são mais branquinhas e que adoraram o tom. Eu sou morena e também gostei muito da cor na minha boca (fotos no final do post).

A embalagem do Viva Glam Cyndi é linda, linda, linda! Tanto a caixa quanto a bala do batom tem detalhes em vermelho e levam a assinatura da Sra. Lauper.

Não sou de guardar caixinhas, mas neste caso farei uma exceção!

Rouge Coco Mademoiselle (#05)

Não sei se já comentei como escolhi esta cor para ser a minha primeira, mas, resumindo, o Mademoiselle é o batom que a Vanessa Paradis está usando em um dos anúncios da Chanel e ter algo em comum com a mulher que beija o Johnny Depp todos os dias me deixa mais alegre ;)

Você deve estar morrendo de vontade de perguntar…

– “Amygha, falando com a razão e não com a emoção, vale os R$120 reais?”

E eu vou responder…

– “Hmmmm… nope!”

Batom algum (a não ser que venha acompanhado pelo Johnny Depp em pessoa) justifica esse preço.

Deixando o valor de lado, a cor do Mademoiselle é um rosa médio com um “quê” de marrom.

É muito bonita e discreta.

Eu gosto de rosa, mas fujo de tonalidades claras ou muito vivas e o Mademoiselle é um meio-termo bacana, feminino e super usável.

O batom tem algumas partículas de brilho, mas na boca elas quase não aparecem.

A embalagem preta com detalhes em dourado e o logo da Chanel fizeram meu coração pular algumas batidas. A tampa é pesada e faz um barulho metálico quando bato minha unha nela.

Não vou mentir, griiiiita ryqueza!

O produto em si é muito pigmentado e cremoso. Na primeira passada ele dá cobertura digna e homogênea e os lábios ficam bem hidratados.

Fora isso, a cor tem duração legal. Não é algo incrível, mas manteve-se forte por umas boas duas ou três horas.

Fotos dos batons nos lábios:

Cyndi e Mademoiselle

Como fazer a maquiagem durar no calor? Por que proteger o cabelo do sol? Dicas para quem tem melasma Uma minissérie com elenco estrelado O reality mais legal da Netflix Por que o protetor solar esfarela?