1

Sempre que lia a sinopse do seriado The Good Wife, meu nível de interesse era mínimo ou nulo…

A série conta a história de Alicia Florrick, cujo marido, um ex-advogado do estado de Condado de Cook, é preso depois de um escândalo envolvendo sexo com prostitutas e corrupção.

Alicia, dona de casa há anos, precisa retornar ao mercado de trabalho e cuidar sozinha dos dois filhos adolescentes.

Me pareceu um dramalhão chato, mas foi só a primeira impressão…

2

3

Alicia consegue emprego numa firma de advocacia que pertence a Will Gardner, seu ex casinho dos tempos da faculdade de direito.

Como não advoga há anos, ela se esforça muito para provar o seu valor.

Caso após caso, Alicia vai reconstruindo sua auto confiança e…

Acaba descobrindo novos sentimentos por Will, mas os reprime por conta de vários problemas, incluindo o fato de ainda estar oficialmente casada.

Will sempre gostou de Alicia e a tensão sexual entre os dois é ABSURDA.

Não esperava fogo nos ovários de uma série sobre uma mãe de família, mas gente, aconteceu!

E também rolou toda uma identificação, porque quanto mais a vida complica, maior é a taça de vinho da Alicia ao final do dia. #TâmoJunto

4

Fora o romance proibido e os litros de vinho, a série tem muitas histórias e personagens bacanas.

Poderia passar horas falando sobre Kalinda, Diane, Eli Gold e tantos outros.

Pra quem gosta de muita ação em tribunais, politicagem, intrigas e segredos, The Good Wife é um prato cheio!

Um beijo para as queridas leitoras que me recomendaram a série e um obrigada ao Netflix por ter 5 temporadas completas.

Abaixo está o  trailer da primeira: